GKA VISUAL 2022 |  16-17 de junho | Madri, Espanha

VIII Congresso Internacional de Cultura Visual em colaboração com a Universidad Autónoma de Madrid 

Tema destacado
Coord. científica
Publicação
Palestrantes plenarios
Programa
Anais do congresso

Tema destacado

Cultura visual e a criação e recriação de identidades, etnias e gêneros em tempos globalizados

Dentro da cultura visual, as marcas de mídia sobrecarregam a vida cotidiana. Por exemplo, as categorias clássicas das artes visuais são desafiadas pelas realidades atuais, especialmente aquelas relacionadas à virtualidade. Uma vez que não se trata de excluir, mas de complementar, até que ponto é urgente desenvolver recursos criativos para dar continuidade ao clássico? O poder da mídia e da cultura, em geral, influenciam continuamente os espaços de produção, consumo e distribuição da arte. Isto gera uma constante revisão dos paradigmas da cultura visual, daquilo que vai da rua ao virtual, do físico ao mental. Como os meios artísticos interpretam ou reorganizam estes trânsitos culturais? Como o diálogo tradicional e a interação com as vanguardas, para fundir e coexistir? Podemos medir a interdisciplinaridade e a transdisciplinaridade do acima mencionado?

De uma pandemia que nos faz ver o horror, mas também nos aproxima das possibilidades, a cultura visual, como poderia ser outros campos de estudo, potencializa novas e diferentes interpretações da visualidade. Há uma tendência para o visual olhar mais para a sociedade, para que ela esteja dentro do social, para que os projetos políticos, sociais e comunitários sejam refletidos com mais força no visual e nas imagens. Além das formas, quem representamos, e como e por que as representamos? Tanto do remetente quanto do receptor, como as mudanças nos contextos em que vivemos criam e redefinem o público e as interpretações do visual?

Temas destacados:

  1. Artistas, criação de dados e inteligência artificial.
  2. Arte para quem: artes públicas, memória coletiva, patrimônio cultural
  3. Novos gêneros visuais e artísticos
  4. A eventualidade da arte: exposições, festivais, bienais
  5. Criação e difusão de espaços: museus e galerias como instituições sociais
  6. Comunidades inclusivas: raça, identidade, gênero, direitos humanos e justiça social
  7. Diversidades funcionais: acesso e participação em face das deficiências
  8. Diálogo entre a cultura popular e a mídia
  9. O negócio dos mercados de arte.
  10. Ética do visual: propriedade intelectual e direitos autorais.

Outros temas do congresso

  • Imagem e sociedade
  • Cultura visual
  • História e filosofia do visual
  • Indústria da imagem

Coordenação Científica

Diretor científico permanente

Dr. Rafael Cabrera Collazo
Universidad Interamericana de Puerto Rico (Porto Rico)

Rafael L. Cabrera Collazo conta com um doutorado em História da Universidade de Porto Rico.  Se desempenha como Vice-reitor Associado de Assuntos Acadêmicos na Universidade Interamericana de Porto Rico e mantém a classificação de Professor Titular de História nesta mesma instituição.

Profesor convidado nas universidades de Cuba, México, Itália, Portugal, Espanha e Colômbia, nas quais ofereceu seminários sobre semiótica e cultura visual, sendo suas áreas de especialidade e pesquisa.  Neste momento, participa em várias redes acadêmicas de pesquisa relacionadas com os estudos sobre representações de meios de comunicação de massas.

Membro de comitês científicos editoriais de universidades na Espanha, Colômbia, Argentina e República Dominicana.  Integra associações profissionais nacionais e internacionais de historiadores e estudiosos das ciências sociais e a cultura visual, sendo duas delas a Associação Portoriquenha de Historiadores, da qual foi sócio fundador e Presidente entre 2001 e 2004, e a Sociedade Internacional de Cultura Visual, com sede em Madrid, trabalhando neste momento como o Diretor Científico de seu comitê executivo.

Quanto a publicaçõess, tem três livros como coautor e um em solitário que leva por título Los dibujos del progreso: el mundo caricaturesco de Filardi y la crítica al desarrollismo muñocista, 1950-1960.  Conta com outras colaborações sobre a história cultural do cinema, e a sociabilidade e a manipulação de meios de comunicação de massas, publicadas em revistas e artígos de livros especializados e arbitrados no México e Espanha.

Membros do comitê

  • Olga Kolotouchkina, Universidad CEU San Pablo, Espanha.
  • Javier Sierra-Sánchez, Universidad Complutense de Madrid, Espanha.
  • Rafael Cabrera Collazo, Univ. Interamericana de Puerto Rico, Porto Rico.
  • Rodrigo Alonso, Universidad Nacional de las Artes, Universidad Nacional de Tres de Febrero y Universidad del Salvador, Argentina.
  • Pilar Montoya Chica, Departamento de Música Antigua del Conservatorio Superior de Castilla y León y Universidad Autónoma de Madrid, Espanha.
  • Javier Ares Yebra, Universidad de Vigo y Academia Argentina de Artes y Ciencias de la Comunicación, Espanha/Argentina.
  • Alejandro Pérez Ordóñez, Grupo de Investigación “Laboratorio de Arqueología y Arquitectura de la Ciudad (LAAC), Espanha.
  • Marcos Aurelio Vélez Rivera, Universidad Ana G. Méndez, Recinto de Carolina, Porto Rico.
  • Ruth Alonso Cabral, Universidad del Salvador y Universidad Nacional de Tres de Febrero, Argentina.

Publicação de artigos

Os palestrantes poderão enviar um artigo para publicação GRATUITA, de acordo com a avaliação do comitê científico, na revista:

Cubierta de la Revista Internacional de Cultura Visual

VISUAL REVIEW. Revista Internacional de Cultura Visual

VISUAL Review é uma revista científica que publica trabalhos originais sobre cultura visual, aquela que analisa as formas pelas quais a cultura é manifestada e interpretada através de artefatos ou produtos visuais: pinturas, gravuras, fotografias, filmes, televisão, vídeo, propaganda, ciberespaço, imagens científicas e notícias. Apreciamos artigos de pesquisa, artigos de reflexão, artigos de revisão, revisões, assim como propostas de monografias (edições especiais). A revista tem um processo anônimo de revisão por pares (double-blind), e publica textos escritos em espanhol, português e inglês.

Indexaçã0: Scopus, Crossref, REDIB, EBSCO, Dialnet.

Enviar artigo
Baixar arquivo modelo

Palestrantes Plenarios

Dr. Francisco Cabezuelo – Universidad Complutense de Madrid (Espanha)

La cultura visual ante la creación de las masculinidades contemporáneas.

Francisco Cabezuelo-Lorenzo é especializado em Ciências da Informação e Comunicação. É Doutor em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Abad Oliba CEU de Barcelona e outro em Jornalismo pela Universidade Complutense de Madrid. Francisco lecionou Jornalismo, Comunicação Audiovisual e Digital, Publicidade e Relações Públicas tanto na Espanha como na Europa e América. Ele orientou uma dezena de teses de doutoramento. É autor de mais de cem trabalhos de pesquisa acadêmica publicados em espanhol, inglês, italiano, catalão e português. Anteriormente, ele trabalhou como jornalista na agência de notícias Europa Press, a primeira agência privada de informação em Espanha, no Parlamento Europeu, no Senado do Reino de Espanha e na Exposição Internacional de Saragoça 2008. Ele foi bolseiro de pós-graduação na La Caixa Foundation na McGill-Canada, IES Fellow na University of St Thomas em Minnesota e The Queens University Belfast na Irlanda do Norte. No âmbito do programa de mobilidade de professores Erasmus, Francisco lecionou em universidades na Alemanha, Bélgica, Itália, Hungria, Lituânia, Holanda, Portugal e Reino Unido.

Dr. Javier Ares Yebra – Universidad de Granada (Espanha)

La hoguera de las identidades. Espectáculo y cultura audiovisual en la época de la hiperconectivdad digital.

Javier Ares Yebra é Doutor em Comunicação pela Universidade de Vigo com Prêmio Extraordinário Doutorado e Menção Internacional. Mestre em Pesquisa em Comunicação (UVigo), Graduado em Comunicação Audiovisual (URJC), e Prêmio Extraordinário de Conclusão de Curso na especialidade de violão pelo Conservatório Superior de Música da Corunha. Ele fez estadias de pesquisa em instituições na Suíça, Noruega, Portugal e Argentina, e ofereceu palestras e seminários em universidades da Inglaterra, Espanha e Cazaquistão. Como guitarrista, deu concertos em diferentes países da Europa, América Latina e Ásia. Desde 2015 ele é um acadêmico correspondente para Espanha da Academia de Artes e Ciências da Comunicação da Argentina. professor do Universidade de Granada (cursos 2020-2021 e 2021-2022), está atualmente desenvolvendo um projeto para pesquisa de pós-doutorado em música e teoria decolonial pela Universidade de Buenos Aires.

Cómo participar

1

Envíe su propuesta

Para rellenar el formulario de envío necesitará los siguientes datos de la propuesta: título, resumen corto (máx. 300 palabras), resumen largo (para el Libro de Actas), palabras-clave, idioma de la ponencia, datos del autor principal y datos de los coautores.

2

Haga su inscripción

El comité científico revisará su propuesta en el plazo de 2-3 semanas y le enviará una notificación por correo electrónico. Una vez que su propuesta haya sido aceptada, deberá realizar el pago de su inscripción en el congreso.

3

Envíe su artículo

Los ponentes podrán enviar un artículo para su publicación GRATUITA en una revista de GKA, según la evaluación del comité científico. Consulte las directrices en este enlace.

4

Prepare su ponencia

El programa del congreso será publicado unas semanas antes del inicio del evento. Consulte el día, horario y sala donde su ponencia ha sido programada. Prepare su presentación en la plantilla y revise las directrices para el tipo de ponencia que usted ha elegido.